sexta-feira, 3 de setembro de 2010

O difícil posicionamento do Pr. Paschoal Piragine Jr sobre as eleições 2010

O Brasil tem sede de Deus

Editorial: “Contra iniqüidade, pela equidade”
por Vital Sousa


Tenho um profundo respeito pelo Pastor Piragine.

Ele é capa do meu site, www.vigiai.net
E é um pregador de função exponencial no cenário evangélico brasileiro. Para mim o único que consegue dominar a mídia de tal forma para transmitir a mensagem de Cristo com integralidade e compaixão, amor, salvação, libertação, vivência...
É o dom que Deus lhe deu... E tal dom deveria ser melhor aproveitado para que muitos conheçam mesmo o Deus verdadeiro.

Precisamos do Pr. Paschoal na TV aberta, todos os finais de semana e em todo o Brasil.

Mas, ele não foi muito feliz no último domingo
quando usou do púlpito de sua igreja e gravou e postou para o You-Tube
( http://www.youtube.com/watch?v=ILwU5GhY9MI )

 
Tudo o que está no vídeo apresentado é ruim mesmo, mas dizer que tudo é do PT, como foi insinuado, é um erro grave. Não sou PT, mas, não posso concordar com tais exageros.


Primeiro não se deve falar a uma igreja para não se votar nos candidatos do PT. Isto é política partidária e no meio da campanha, é comício, é o uso do palanque-igreja, e quem se sentir ofendido pode exigir na justiça eleitoral o direito de resposta.
E se a justiça conceder usar do púlpito da igreja para repudiar tais declarações...será muito complicado; podemos esperar aberrações na Casa do Senhor.


Devemos evitar usar o púlpito das igrejas para tais pronunciamentos.
Existem escritórios, palanques políticos e muito etc.
Lá temos o direito de falar e até errar.

Até se pode e se deve usar o púlpito para conscientizar, mas, dentro de critérios.

Depois da apresentação do filme só cabia um amém e vamos pensar...Toda a extrapolação pode ser castigada e dizer que Deus se agrada de tal ato é no mínimo querer ser Deus...

Nem tudo o que está no PNDH-3 é ruim, devemos separar o joio do trigo
. O Pr. Vieira Rocha tem um posição consistente com relação ao PNDH-3. O que é ruim devemos nos posicionar contra seja como cidadão ou como instituição

No “tudo isto” da fala do pastor está o problema da pedofilia.

Também da agressão às mulheres. Debitar ao PT “tudo isto” é verdadeiro? E até o infanticídio indígena
Certamente que a política do PT para FUNAI esbarra nos interesses das missões católicas.
Mas, o infanticídio indígena tem o buraco bem mais embaixo
É um outro povo, uma outra nação, que estava aqui antes da gente
E com a sua cultura e muitos povos defendendo o infanticídio.
Para muitos deles a pessoa têm alma e corpo, mas alma só depois da fala, da expressão.
Sem alma, a morte, quando necessária, segundo tal cultura, é um ritual, um credo. E por isto se matam gêmeos, se matam os aleijados, os cegos, os mudos, os surdos...
Devemos acabar com isso com leis sobre os índios? Seria no mínimo violar os princípios constitucionais. Outras saídas são necessárias.


O vídeo é muito simplista e calculista em suas diretas e indiretas.

Entrar no mérito da fidelidade programática do partido é um direito

Deve-se instruir mesmo para que todos tenham conhecimento, mas, nós, evangélicos em geral, temos a nossa fidelidade também e excluímos quem sai dela. E pregamos o amor acima de tudo.

Devemos sim nos posicionar.

E muitas igrejas e seus pastores estão se posicionando e isto é salutar. Mas dentro da ética e da verdade.


Pastor Paschoal e seu momento me fez lembrar de uma poesia.
Compartilho abaixo.

Bertolt Brecht


Eu vivo em tempos sombrios.

Uma linguagem sem malícia é sinal de
estupidez,
uma testa sem rugas é sinal de indiferença.
Aquele que ainda ri é porque ainda não
recebeu a terrível notícia.

Que tempos são esses, quando

falar sobre flores é quase um crime.
Pois significa silenciar sobre tanta injustiça?
Aquele que cruza tranqüilamente a rua
já está então inacessível aos amigos
que se encontram necessitados?

É verdade: eu ainda ganho o bastante para viver.

Mas acreditem: é por acaso. Nado do que eu faço
Dá-me o direito de comer quando eu tenho fome.
Por acaso estou sendo poupado.
(Se a minha sorte me deixa estou perdido!)

Dizem-me: come e bebe!

Fica feliz por teres o que tens!
Mas como é que posso comer e beber,
se a comida que eu como, eu tiro de quem tem fome?
se o copo de água que eu bebo, faz falta a
quem tem sede?
Mas apesar disso, eu continuo comendo e bebendo.


Eu queria ser um sábio.


Nos livros antigos está escrito o que é a sabedoria:

Manter-se afastado dos problemas do mundo
e sem medo passar o tempo que se tem para
viver na terra;
Seguir seu caminho sem violência,
pagar o mal com o bem,
não satisfazer os desejos, mas esquecê-los.
Sabedoria é isso!
Mas eu não consigo agir assim.
É verdade, eu vivo em tempos sombrios!

II


Eu vim para a cidade no tempo da desordem,

quando a fome reinava.
Eu vim para o convívio dos homens no tempo
da revolta
e me revoltei ao lado deles.
Assim se passou o tempo
que me foi dado viver sobre a terra.
Eu comi o meu pão no meio das batalhas,
deitei-me entre os assassinos para dormir,
Fiz amor sem muita atenção
e não tive paciência com a natureza.
Assim se passou o tempo
que me foi dado viver sobre a terra.

III


Vocês, que vão emergir das ondas

em que nós perecemos, pensem,
quando falarem das nossas fraquezas,
nos tempos sombrios
de que vocês tiveram a sorte de escapar.

Nós existíamos através da luta de classes,

mudando mais seguidamente de países que de
sapatos, desesperados!
quando só havia injustiça e não havia revolta.

Nós sabemos:

o ódio contra a baixeza
também endurece os rostos!
A cólera contra a injustiça
faz a voz ficar rouca!
Infelizmente, nós,
que queríamos preparar o caminho para a
amizade,
não pudemos ser, nós mesmos, bons amigos.
Mas vocês, quando chegar o tempo
em que o homem seja amigo do homem,
pensem em nós
com um pouco de compreensão.

...

6 comentários:

Contra Esquerdistas. 4 de setembro de 2010 16:04  

Eu sabia. Quando assisti à esse maravilhoso vídeo do Pastor Paschoal, eu ja sabia que os pastores esquerdistas iriam ficar nervosinho.

Eu ja sabia que o pastor Edvar iria ficar nervosinho.

Graças a Deus ainda existem pastores iguais ao Paschial Piraginne, que não se venderam ao PT. Achando que o PT é um partido que ajuda os pobres que é um Partido legalzinho.

Esses pastores esquerdistas me dão nojo.

Ja que gostam do Pt, que são esquerdistas, vão Para CUBA!!

Vão pra China...

Shalon 5 de setembro de 2010 01:22  

Eu gostaria de responde-lo pelo nome, mas me parece que seu comentário doi anônimo. E isso já explica um pouco da sua postura.
O posicionamento do Paschhoal foi infeliz em varios aspectos pra qualquer pessoa de bom senso "esquerdista" ou "direitista"

Respeite o Pr Edvar como homem publico e não cometa a estupidez de reduzi-lo a "esquerdista".

Se tem nojo a web tem mais de 1 milhão de outros blogs pra vc visitar.

O PT não é bonzinho, ninguem é: Nem a CBB, nem a BWA, nem a IMB...nem Edvar. Todos temos virtudes e defeitos.

Mas vc falou em Chuna e Cuba como quem ignora o momento de ambos.

Deus te dê sabedoria a nós todos.

Mas eu penso diametricalmente oposta a você irmão.

Shalon Lages
www.shalonlages.wordpress.com

Natanael 9 de setembro de 2010 22:59  

Prezados Irmãos!

Ouvi falar que havia um grupo de pessoas na Igreja Batista Emanuel de Panambi que estava pregando abertamente que crente não deveria votar em Dilma.

Depois recebi por e-mail um vídeo onde estaria a inspiração destes irmãos. Pensei até que deveríamos tomar uma atitude mais forte, mas lembrei que a Convenção Batista Brasileira também já foi presidida por figuras como Nilson do Amaral Fanini que era casado com uma panambiense.

Lembrei que meu pai que há muito vota nos candidatos do PT também já fez coro em 1989 contra Lula e seguiu com Collor. Lembrei de tantas asneiras que nós batistas falamos ao longo da nossa história.

Lembro sempre de que fomos vitimas mas também algozes de tristes momentos.

Por conta de algumas coisas que lembrei eu não vou aqui alimentar ódio e rancor em relação ao pastor Piragini que nem conheço. Alias, no momento em que escrevo estas linhas a conexão estão tão ruim que vou cancelar a “baixa” de seu vídeo.

Não concordo com tudo o que o PT prega. É um partido de pessoas e digo que vale o mesmo para a nossa denominação batista. Acho que devemos fazer a diferença, mesmo que possa parecer que estamos sós.

Uma coisa eu sei, Jesus seria crucificado primeiro por batistas e petistas. Nasci num lar cristão, não encontrei outra denominação melhor do que a batista. Sou petista por opção, também não encontrei algo melhor. Vou continuar tentando reformar essas duas instituições. Não vou seguir o conselho de Tiago capitulo primeiro verso 1.

Natanael Mücke

Marcos Monteiro 10 de setembro de 2010 11:13  

Edvar, especialmente a reflexão do anônimo. Raramente fico "nervosinho" com essas publicações. Pelo contrário, sempre espero que aconteçam. A vantagem da divulgação é exatamente demonstrar que existe muita gente diferente, disposta a contestar tais pronunciamentos. Minhas reações emocionais imediatas, quase sempre são de imensa tristeza e uma sensação de desânimo (que preciso sempre administrar novamente). O pronunciamento do Pr. Pascoal reflete apenas uma tendência dominante da religiosidade atual. As reações combatem o meu desânimo e realimentam a minha esperança. Parabéns, mais uma vez pela sua coragem de dizer sempre o que pensa...

Sheila Batista Maia Santos 10 de setembro de 2010 11:32  

Meu comentário depois de receber este vídeo de uma aluna [FSA] como algo inquestionável, sugeriu a ela que fizesse uma visita a este blog para que pudesses contemplar outros pontos de vista. Minha analise é bem simplista, somente do conteúdo que reza sobre as leis.
Irei votar em outros partidos, mas sou a favor de discursos que possam ser analisados como sem inquestionáveis. Não aprovo quando a Igreja se posiciona a favor de um candidato especifico; pois, a impressão para mim como simples membro é que tal espaço está sendo usado para defender uma ideologia [e não entendo Cristo como partidarista, ainda que existe o livro de Daniel, etc.] e na minha visão que respeita as diferenças, tudo que seria desejável é um Estado laico. Óbvio que isto é improvável, e isto pela falta de ética, e de não tratar política seriamente como cargos de confiança por votação, onde suas convicções religiosas e pessoais não parâmetros para posicionamentos unilateral!
Há possibilidades de leis que seriam um risco para nossa profissão de fé, mas, creio que todos sem exceção tem direitos a ter direitos, não sou a favor daquilo que segundo a religião que escolhi para mim é considerado pecado: o homossexualismo, mas, os que assim se declaram tem o direito de serem respeitados, no entanto, estes direitos tornados em Lei, não deveriam ferir o direito que nós evangélicos, de acordo com nosso credo religioso temos de acreditar e ensinar em nossos discursos a opção, o caminho, a teoria criacionista para gênero, e para relação homem e mulher, o contrario [inibição] seria inconstitucional. Respeitar um, não significa tolhir o outro, mas, apenas deixar espaços para ambos. Penso que se fossemos fazer algum tipo de movimento seria sobre a liberdade de crer e pregar o que cremos, e não se opor a Lei, que dá direitos a outros de serem respeitados no seu livre arbítrio. Um exemplo inconstitucional seria enquanto evangélicos sermos obrigados a realizar em nossos espaços um casamento gay.
Sou favor do divórcio, para mim, a Bíblia é clara, em que a vontade de Deus é que o casamento seja até a partida de um dos conjugues, no entanto, ela também diz, que por causa do nossos corações Moisés permitiu a carta de divorcio. Então, para mim, basta acreditar que o coração do homem já é assim e pronto, ele já conquistou há tempos o direito de se separar sem ter como argumento a traição. É racional uma separação amigável do que um inferno no lar em nome de uma fé. Tantos pecados são perdoados, porque o pecado de casar com a pessoa errada seria uma punição sem fim?!
Depois que assisti a este vídeo, e ao ver o desespero do feto no aborto, cheguei a conclusão de que sou absolutamente contra a este processo de assassinato, no entanto, esta é minha analise. E, somente nós mulheres que somos as únicas que [fora de um padrão desejável - gravidez planejada; casamento] assumiremos em grande parte ou na totalidade as conseqüências de uma gravidez indesejada [os contextos para os diversos abortos ilegais são múltiplos], e, se a Lei da legalização do aborto viesse à tona, a única coisa que acharia que deveria conter no pré-aborto é o acompanhamento por psicólogos e a exposição de vídeos como este, onde mostra o desespero do bebê no processo de sucção. Pois, isto me impactou, e concerteza, penso que muitas mulheres e adolescentes mudariam sua maneira descuidada, (ou inúmeras outras situações) ou irresponsável e arcaria com todas as conseqüências de ter um filho, ainda que fosse para assumir sozinha, e ainda que tivesse que trabalhar dia e noite para sustentar a criança. Pois, para mim a exposição deste tipo de vídeo me leva ao amor.
Considero tanto o Pr. Edvar quanto o Pr. Piraginne, homens de Deus, [ainda que falhos como eu, não que esteja apontando falhas, mas, compreendo-os como humanos], então qualquer termo que não seja de respeito, é tão deselegante... honra a quem honra!
Como falei meu posicionamento é muito simplista.

Uma conjunção de opostos 10 de setembro de 2010 16:23  

Edvar, Piragine e demais debatedores. Convido-os, todos, sem excessão, independentemente de ser PT, Batista, comunista, puritano, progressista ou qualquer "ista", a virem ao Sul da Florida, para discutirmos essas questões todas, no quintal de minha casa, comendo um belo churrasco, diluindo as diferenças num Merlot ou Cabernet.

Será no próximo sábado, em horário a combinar, caso vocês topem.

Aguardo resposta. Se não vierem, sairei pela ruas de Coconut Creek, conclamando os mendigos e os sem-teto( que já estão aparecendo aqui, também, depois do estouro da bolha imobiliária) para que entrem, comam e se alegrem, porque, segundo o sábio da Bíblia, e a Bíblia de quem é sábio, essa é a porçao que temos debaixo do sol. Ec. 9:9

Abraço fraterno

Josias Bezerra