sexta-feira, 8 de julho de 2016

Vocação

Você pode duvidar de suas qualificações para atender um chamado de Deus. Pessoas poderão olhar para o seu perfil e dizer que suas qualificações são inadequadas para determinada missão. Mas, se Seu coração está sendo tocado, descanse nas mãos de Deus e vá adiante. Você e tais pessoas se surpreenderão com o que Deus é capaz de fazer quando nos colocamos em suas mãos.

Veja estes casos:

1. Moisés 
“Disse o Senhor: “De fato tenho visto a opressão sobre o meu povo no Egito, tenho escutado o seu clamor, por causa dos seus feitores, e sei quanto eles estão sofrendo. Por isso desci para livrá-los das mãos dos egípcios e tirá-los daqui para uma terra boa e vasta, onde há leite e mel com fartura: a terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus. Pois agora o clamor dos israelitas chegou a mim, e tenho visto como os egípcios os oprimem. Vá, pois, agora; eu o envio ao faraó para tirar do Egito o meu povo, os israelitas”. Moisés, porém, respondeu a Deus: “Quem sou eu para apresentar-me ao faraó e tirar os israelitas do Egito?”” (Êxodo 3:7-11)

...

2. Débora

“Débora, uma profetisa, mulher de Lapidote, liderava Israel naquela época. Ela se sentava debaixo da tamareira de Débora, entre Ramá e Betel, nos montes de Efraim, e os israelitas a procuravam, para que ela decidisse as suas questões. Débora mandou chamar Baraque, filho de Abinoão, de Quedes, em Naftali, e lhe disse: “O Senhor, o Deus de Israel, ordena a você que reúna dez mil homens de Naftali e Zebulom e vá ao monte Tabor. Ele fará que Sísera, o comandante do exército de Jabim, vá atacá-lo, com seus carros de guerra e tropas, junto ao rio Quisom, e os entregará em suas mãos”. Baraque disse a ela: “Se você for comigo, irei; mas, se não for, não irei”. Respondeu Débora: “Está bem, irei com você. Mas saiba que, por causa do seu modo de agir, a honra não será sua; porque o Senhor entregará Sísera nas mãos de uma mulher”. Então Débora foi a Quedes com Baraque, onde ele convocou Zebulom e Naftali. Dez mil homens o seguiram, e Débora também foi com ele.”
(Juízes 4:4-10)


3. Davi 
“Quando chegaram, Samuel viu Eliabe e pensou: “Com certeza é este que o Senhor quer ungir”. O Senhor, contudo, disse a Samuel: “Não considere sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração”. Então Jessé chamou Abinadabe e o levou a Samuel. Ele, porém, disse: “O Senhor também não escolheu este”. Em seguida Jessé levou Samá a Samuel, mas este disse: “Também não foi este que o Senhor escolheu”. Jessé levou a Samuel sete de seus filhos, mas Samuel lhe disse: “O Senhor não escolheu nenhum destes”. Então perguntou a Jessé: “Estes são todos os filhos que você tem?” Jessé respondeu: “Ainda tenho o caçula, mas ele está cuidando das ovelhas”. Samuel disse: “Traga-o aqui; não nos sentaremos para comer enquanto ele não chegar”. Jessé mandou chamá-lo, e ele veio. Ele era ruivo, de belos olhos e boa aparência. Então o Senhor disse a Samuel: “É este! Levante-se e unja-o”.” (1 Samuel 16:6-12)

...

4. Isaias 
“No ano em que o rei Uzias morreu, eu vi o Senhor assentado num trono alto e exaltado, e a aba de sua veste enchia o templo. Acima dele estavam serafins; cada um deles tinha seis asas: com duas cobriam o rosto, com duas cobriam os pés e com duas voavam. E proclamavam uns aos outros: “Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos, a terra inteira está cheia da sua glória”. Ao som das suas vozes os batentes das portas tremeram, e o templo ficou cheio de fumaça. Então gritei: Ai de mim! Estou perdido! Pois sou um homem de lábios impuros e vivo no meio de um povo de lábios impuros; os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos!”
(Isaías 6:1-5)

...
5. Jeremias 
“A palavra do Senhor veio a mim, dizendo: “Antes de formá-lo no ventre eu o escolhi; antes de você nascer, eu o separei e o designei profeta às nações”. Mas eu disse: Ah, Soberano Senhor! Eu não sei falar, pois ainda sou muito jovem. O Senhor, porém, me disse: “Não diga que é muito jovem. A todos a quem eu o enviar, você irá e dirá tudo o que eu ordenar a você. Não tenha medo deles, pois eu estou com você para protegê-lo”, diz o Senhor. O Senhor estendeu a mão, tocou a minha boca e disse-me: “Agora ponho em sua boca as minhas palavras. Veja! Eu hoje dou a você autoridade sobre nações e reinos, para arrancar, despedaçar, arruinar e destruir; para edificar e plantar”.” (Jeremias 1:4-10)

...
6. Pedro 
“Depois disso, derramou água numa bacia e começou a lavar os pés dos seus discípulos, enxugando-os com a toalha que estava em sua cintura. Chegou-se a Simão Pedro, que lhe disse: “Senhor, vais lavar os meus pés?” Respondeu Jesus: “Você não compreende agora o que estou fazendo a você; mais tarde, porém, entenderá”. Disse Pedro: “Não; nunca lavarás os meus pés!”. Jesus respondeu: “Se eu não os lavar, você não terá parte comigo”. Respondeu Simão Pedro: “Então, Senhor, não apenas os meus pés, mas também as minhas mãos e a minha cabeça!””
(João 13:5-9)

...
7. Paulo
“Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer esse eu continuo fazendo. Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim. Assim, encontro esta lei que atua em mim: Quando quero fazer o bem, o mal está junto de mim.“No íntimo do meu ser tenho prazer na Lei de Deus;” mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus membros. Miserável homem que eu sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que, com a mente, eu próprio sou escravo da Lei de Deus; mas, com a carne, da lei do pecado.”
(Romanos 7:19-25)

Dias de vergonha

Hoje eu vou dormir angustiado. Confesso que hoje vou dormir com o sentimento equivocado de Tiago e João: “Senhor, queres que façamos cair fogo do céu para destruí-los?”” (Lucas 9:54). Já li a resposta de Jesus, mas meu homem velho insiste.

Frequento uma igreja batista desde que minha mãe engravidou. Acho que os dedos de minhas mãos são suficientes pra contar quantas semanas deixei de ir a uma atividade de igreja batista. Assembléias convencionais, desde os 18.

Já atuei em todas as instâncias hierárquicas de "poder" na denominação e só não me envergonho de dizer que hoje vou dormir sentindo vergonha de ser batista porque já senti vergonha de ser eu mesmo e sobrevivi pela graça e misericórdia divinas.

Gosto do jeito de ser batista, mas hoje vou dormir com este sentimento: derrama fogo senhor, derrama um dilúvio. Ok tenho uma idéia melhor derrama teu amor, derrama tanto que sintamos vergonha de termos sido perdoados dos nossos pecados.

Já viram como estou me sentindo. Então busquei consolo nas palavras de Jesus e com ela vou dormir.

“Então, Jesus disse à multidão e aos seus discípulos: “Os mestres da lei e os fariseus se assentam na cadeira de Moisés. Obedeçam-lhes e façam tudo o que eles dizem a vocês. Mas não façam o que eles fazem, pois não praticam o que pregam. 

Eles atam fardos pesados e os colocam sobre os ombros dos homens, mas eles mesmos não estão dispostos a levantar um só dedo para movê-los. “Tudo o que fazem é para serem vistos pelos homens.

 Eles fazem seus filactérios. bem largos e as franjas de suas vestes bem longas; gostam do lugar de honra nos banquetes e dos assentos mais importantes nas sinagogas, de serem saudados nas praças e de serem chamados mestres “Mas vocês não devem ser chamados mestres; um só é o Mestre de vocês, e todos vocês são irmãos. 

A ninguém na terra chamem ‘pai’, porque vocês só têm um Pai, aquele que está nos céus. Tampouco vocês devem ser chamados ‘chefes’, porquanto vocês têm um só Chefe, o Cristo. 

O maior entre vocês deverá ser servo. Pois todo aquele que a si mesmo se exaltar será humilhado, e todo aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado. 

"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês fecham o Reino dos céus diante dos homens! Vocês mesmos não entram, nem deixam entrar aqueles que gostariam de fazê-lo. 

"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês devoram as casas das viúvas e, para disfarçar, fazem longas orações. Por isso serão castigados mais severamente. 

"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas, porque percorrem terra e mar para fazer um convertido e, quando conseguem, vocês o tornam duas vezes mais filho do inferno do que vocês. 

"Ai de vocês, guias cegos!, pois dizem: ‘Se alguém jurar pelo santuário, isto nada significa; mas, se alguém jurar pelo ouro do santuário, está obrigado por seu juramento’. Cegos insensatos! Que é mais importante: o ouro ou o santuário que santifica o ouro? 

Vocês também dizem: ‘Se alguém jurar pelo altar, isto nada significa; mas, se alguém jurar pela oferta que está sobre ele, está obrigado por seu juramento’. Cegos! Que é mais importante: a oferta, ou o altar que santifica a oferta? Portanto, aquele que jurar pelo altar jura por ele e por tudo o que está sobre ele. E o que jurar pelo santuário jura por ele e por aquele que nele habita. E aquele que jurar pelos céus jura pelo trono de Deus e por aquele que nele se assenta. 

"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas. Guias cegos! Vocês coam um mosquito e engolem um camelo. 

"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês limpam o exterior do copo e do prato, mas por dentro eles estão cheios de ganância e cobiça. Fariseu cego! Limpe primeiro o interior do copo e do prato, para que o exterior também fique limpo. 

"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês são como sepulcros caiados: bonitos por fora, mas por dentro estão cheios de ossos e de todo tipo de imundície. Assim são vocês: por fora parecem justos ao povo, mas por dentro estão cheios de hipocrisia e maldade.”
(Mateus 23:1-28)

domingo, 3 de julho de 2016

Mulheres, jovens e a Convenção Batista Baiana

Dentre os ajustes feitos no aperfeiçoamento do Regimento Interno da Convenção Batista Baiana, nessa assembléia de Valença, duas de natureza política produzirão efeitos interessantes a longo prazo:

1. A cota mínima de mulheres e jovens no Conselho Geral. A partir de agora, a cada renovação do terço do Conselho será obrigada a inclusão de pelo menos uma mulher e um joven com menos de 30 anos.

O romântico, desconectado da história, diria que isso não deveria ser por força de lei, mas de consciência. A lei, entretanto, tem também um valor pedagógico. Sem ela, a machocracia e a gerontocracia culturalmente introjetada em nossas mentes, além de nossa dificuldade de largar o osso, perpetua-se sem nos darmos conta.

A cada ano a presença de mulheres e jovens contribuirá para o equilíbrio na forma de se ver e decidir  as realidades denominacionais e raios de luz penetrarão nos, algumas vezes,  quartos sombrios de nossas reuniões;

2. Eleição e não mais nomeação da Comissão de Indicações. A nomeação era de responsabilidade do presidente. Consciente ou inconscientemente, a tendência seria de nomear pessoas que se afinavam à nossa imagem e semelhança, que por sua vez indicariam pra os Conselhos e comissões pessoas à sua imagem e semelhança. 

A tendência sempre foi compor a comissão com homens pastores.

Com a mudança, a cada assembleia o plenário elegerá esta comissão pelo voto e assim ela terá mais o rosto dos batistas do que do presidente dos batistas.

Um exemplo disso é que, nesses anos que participo da CBBA, até onde me lembro é a primeira vez que a comissão terá uma mulher como relatora, por eleição.

Além disso, a comissão será eleita em uma assembléia para trabalhar na outra, tendo mais tempo para refletir.

Aumentada a consciência desses fatos, a juventude terá um motivo a mais para ir às assembléias e o plenário influênciará ainda mais nos destinos da Convenção.