quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Espaço físico e desenvolvimento ministerial

Não há como uma igreja desenvolver seu ministério se não houver recursos de humanos e financeiros, um mínimo de estrutura organizacional e espaço físico adequado.

Deus nos abençoou com pessoas interessadas no desenvolvimento das coisas do seu reino, tem nos provido com os recursos financeiros necessários, possibilitou que nos interessássemos em ter uma boa organização e deu-nos um excelente e muito bem localizado espaço.

Em face dos rumos que o ministério da igreja tomou, adequações patrimoniais tornaram-se necessárias para melhor atender as necessidades a serem ministerialmente supridas.

Assim, nesses últimos cinco anos, foram feitas as seguintes macro-intervenções patrimoniais:

  1. Reforma interna da Unidade de Saúde (Administrada pelo Cecom), possibilitando melhores condições de trabalho e atendimento;
  2. Ampliação da área interna do estacionamento, modificação no muro e construção de guaritas, aumentando a percepção de segurança;
  3. Construção de cantina, corredor e sanitários, modificando sensivelmente não só a dinâmica dos acessos e dos relacionamentos, mas também do funcionamento das atividades;
  4. Realização de intervenção acústica no auditório e aquisição de equipamentos, possibilitando uma comunicação com melhor qualidade;
  5. Construção de salas equipadas para cada área ministerial dando outra vida ao trabalho dos ministros e equipe;
  6. Reforma interna da unidade de educação, construção de novas salas, kitnetes e banheiros, além da climatização geral;
  7. Reforma do berçário, tornando-o de referência;
  8. Compra de terreno e construção de templo em Coronel João Sá (em parceria com a Missão IDE, de Manaus), ainda em processo de definições quanto ao acabamento.
Agora, dando resposta aos desafios que o desenvolvimento ministerial continua provocando, temos diante de nós:

  1. Adequação das salas de administração do CECOM;
  2. Construção da quadra esportiva visando comunhão, atuação social, ensino e evangelização, além de maior integração sócio-comunitária,
  3. Construção do salão de lazer pelos mesmos motivos da quadra;
  4. Reforma e ampliação da “Praça da Comunhão”;
  5. Finalização da reorganização do estacionamento;
  6. Reforma visando criar melhor espaço para biblioteca, livraria, cantina e recepção;
  7. Construção de Rampa de Acesso à Praça da Graça;
  8. Adequação e ampliação da finalidade do espaço do estúdio para avançarmos nas comunicações;
  9. Restauração da Praça da Graça (em cima do auditório);
  10. Reforma de espaço para servir como cozinha-padaria-refeitório, apoio a recepções e atividades ministeriais e curso de culinária.

Com isso teremos uma estrutura plenamente adequada ao cumprimento de nossa missão e visão estratégica, através das atividades promovidas pelas áreas ministeriais de nossa organização.


Parte desses 10 últimos passos está sendo incluída no Planejamento Organizacional 2010 que será avaliado pelo Conselho Diretor no próximo sábado. Por isso, esperamos que cada um seja fiel aos compromissos assumidos ao se tornar membro, a fim de que possamos avançar. O resultado final certamente será abençoador para todos, como têm sido os 8 primeiros itens realizados.

1 comentários:

Isaias Medeiros 2 de março de 2010 02:52  

Olá

Uma postagem muito interessante, assim como o restante do blog. Parabéns pelo seu trabalho, já estou sendo seu seguidor.

Se também desejar me visitar, conhecer minhas idéias, trocar links ou seguir meu blog, visite:
Um pouco além do óbvio.

Abraço.

N'Ele, a autoridade máxima em matéria de salvação.