sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Algo dentro de mim que ninguém pode tirar

"Eu lhes digo, meus amigos: Não tenham medo dos que matam o corpo e depois nada mais podem fazer. Mas eu lhes mostrarei a quem vocês devem temer: temam aquele que, depois de matar o corpo, tem poder para lançar no inferno. Sim, eu lhes digo, esse vocês devem temer.” (Lc. 12.4-5)

“Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio.”
(II Tim. 1.7)

Há algo dentro de mim que ninguém pode tirar
Há algo dentro de mim que ninguém pode matar
Há algo dentro de mim que ninguém pode anular
Há algo dentro de mim que ninguém pode apagar
Há algo dentro de mim que ninguém pode atingir

Há algo dentro de mim que ninguém é capaz de fazer:
É destruir minha capacidade de recomeçar, de renascer.

Alguém pode ser capaz de me difamar
Alguém pode ser capaz de me magoar
Alguém pode ser capaz de me humilhar
Alguém pode ser capaz de me desempregar
Alguém pode ser capaz de me fazer adoecer
Alguém pode ser capaz de me desestruturar
Alguém pode ser capaz dos meus amigos me separar
Alguém pode ser capaz de me marginalizar
Alguém pode ser capaz de me "processar"!

Mas há algo dentro de mim que ninguém é capaz de fazer:
É destruir minha capacidade de recomeçar, de renascer.

Alguém pode pensar ter me destruído, destruindo meu corpo
Alguém pode pensar ter me destruído, calando minha voz
Alguém pode pensar ter me destruído, menosprezando meus sonhos
Alguém pode pensar ter me destruído, destruindo minha reputação
Alguém pode pensar ter me destruído, destruindo a história que escrevi

Mas há algo dentro de mim que ninguém é capaz de fazer:
É destruir minha capacidade de recomeçar, de renascer.
Isso é graça divina e ninguém pode controlar
Copyright Edvar Gimenes de Oliveira
 xxx
Morning Has Broken  



Morning Has Broken Cat Stevens
Morning has broken, like the first morning
Blackbird has spoken, like the first bird
Praise for the singing, praise for the morning
Praise for the springing fresh from the world

Sweet the rain's new fall, sunlit from heaven
Like the first dewfall, on the first grass
Praise for the sweetness of the wet garden
Sprung in completeness where his feet pass

Mine is the sunlight, mine is the morning
Born of the one light, eden saw play
Praise with elation, praise every morning
God's recreation of the new day

A manhã se rompeu
Como a primeira manhã
O melro cantou
Como o primeiro pássaro
Louvor para o canto
Louvor para a manhã
Louvor para o nascimento recente
Do mundo

Doce é a chuva do novo outono
Iluminada pelo sol vindo do céu
Como o primeiro orvalho
Sob a primeira grama
Louvor para a doçura do jardim molhado
Brotado em completude
Por onde os pés dele passam

Minha é a luz do sol, minha é a manhã
Nascida de uma luz, o paraíso viu a diversão
Louve com entusiasmo, louve cada manhã
A recriação de Deus do novo dia

A manhã se rompeu
Como a primeira manhã
O melro cantou
Como o primeiro pássaro
Louvor para o canto
Louvor para a manhã
Louvor para o nascimento recente
Do mundo


1 comentários:

Jonathas 27 de dezembro de 2010 11:12  

Caro Pastor Edvar, nada pode ser feito contra a Graça Divina; homens, tribunais, poder, armas, palavras, circunstâncias, nada!

Continue sendo exemplo:
"Nada incomoda mais que um bom exemplo." [Mark Twain]

Continue sendo forte e corajoso:
"O Eclesiastes deixa claro que o Deus de Israel não gosta de covardes." (Luiz Felipe Pondé]

Mantenha-se equilibrado:
"O 'rei' está louco, mas o pastor preservará a sanidade." [Ed René Kivitz, sobre Saul e Davi]

Prossiga para o alvo:
"Sigo firme, tenho direção;
sempre grato em toda condição.
Não reparo em vento ou vagalhão
pois sou livre em Cristo,
Nunca temerei o mar..." [Jonathas Matias - O Dono do Mar]

Grande abraço,
Jonathas e família. [Maceió-AL]