quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Deus mentiroso - I João 1:10

“Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não está em nós." ‭‭(1 João‬ ‭1:10‬)

O Deus que se revela em Jesus é digno de confiança. Aquilo que através dele nos é revelado sobre o ser humano retrata o que o ser humano é. Aquilo que nos é revelado sobre as consequências de nossas escolhas retrata aquilo que nos tornaremos segundo as escolhas que fizermos. Mentira não caracteriza a "personalidade" divina.

Aquilo que a história de mulheres e homens com ele, registrada na Bíblia, revela sobre o caráter da humanidade é aquilo que a humanidade é, em todas as épocas e lugares. E o que é comum a todas as pessoas é sua condição de pecadoras, isto é, de seres desviados, seja pela comunhão quebrada com Deus, seja pela quebra de códigos de ética.

Negar isso é o mesmo que negar a fidelidade divina; é transformar Deus em mentiroso; é transparecer que sua palavra não está em nós. Isso se torna ainda mais danoso quando, desconsiderando que João estava escrevendo à igreja, agimos como se pecadores fossem os outros, não nós, e nos transformamos - como igreja -  em tribunais da vida alheia, repito, como se pecadores fossem os outros.

1 comentários:

jenival silva 3 de agosto de 2017 09:21  

Inconteste verdade, nobre amigo irmão. Sucesso.