sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

O custo da falta de educação

Nos primeiros 35 dias de 2009, aproximadamente 7 pessoas foram assassinadas por dia, na região metropolitana de Salvador. Drogas são a principal causa apontada.

O Brasil vai investir 35 bilhões de reais na realização da Copa do Mundo de Futebol, em 2014, segundo a FGV. O investimento representa 230% (2 vezes + 30%) acima do orçamento previsto para educação em 2009.

A Bahia, juntamente com Pernambuco, é o estado brasileiro no qual o poder judiciário é o mais lento no país. Salvador deverá investir 235 milhões na reforma da Fonte Nova, se for escolhida como uma das sedes.

O futebol está para o Brasil assim como missões para a CBB. O investimento dos batistas em educação provavelmente também. A idéia reinante em parte da liderança batista é simples: salva-se individuos do inferno futuro, mesmo que as igrejas caminhem num "inferno" presente por ineficiência e ineficácia adminitrativa e falta de investimento em educação teológica e cristã.

Em termos de prioridade, nos batistas somos um retrato do Brasil. Ou o Brasil é um retrato nosso?

1 comentários:

mentoria 7 de fevereiro de 2009 16:48  

amado edvar, "estou contigo e não abro mão", muitas mazelas que aconteçem em nosso meio, é fruto de "despreparo acadêmico" e porque não dizer falta de capacitação continuada e de investimentos em nossos "educandários"; porque alguns estão mesmo mais para "educandários sacrilizados" (para se perpetuar a "tradição"), do que espaços acadêmicos de verdade; que andam na contra-mão da história ( alguns lideres chegam a dizer: que não se deve reconhecer os cursos pelo MEC, por que descaracteriza a identidade denominacional). Ha outros que se "arvoram" em defensores da "mesmice", simplesmente por não enxergarem suas próprias limitações. Que possamos repensar nossas atitudes e questionamentos quanto às nossas instituiçoes academicas denominacional, muitas vezes padecendo de "falta-de-gestão-funcional-administrativa", e também a própria CBB.