sábado, 13 de junho de 2009

Comunhão, vinho e pão

2 comentários:

Anônimo 15 de junho de 2009 16:44  

Olá, Edvar.
Lamento por você ter perdido a noite em nossa Belo Horizonte, com as confusões provocadas por casais bêbados.
Mas, quero registrar a minha gratidão por você ter sido instrumento de Deus para nos abençoar com ricas mensagens.
Um abraço,
Arlécio

Lindy 15 de junho de 2009 17:21  

Olá Pastor,

Viajei e ouvi ouvi uma palavra poderosa vinda da parte de Deus. Valeu a pena. Nem tudo hoje vale a pena, mas parar para te ouvir, vale. Isso é indubitável...

A paz,

Continue impactando com graça, sabedoria e esta hermenêutica singular e eficaz.

Abraços,


Ilenice Freitas