quarta-feira, 3 de junho de 2009

Um terceiro mandato para Lula?



Eis a nota publicada no Bahia Notícias e assinada por Daniel Pinto:


"A Câmara dos Deputados divulgou a lista dos parlamentares que assinaram a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para tentar viabilizar o terceiro mandato do presidente Lula. O pitoresco é que a relação é formada por uma miscelânea de partidos e tendências políticas, inclusive por membros da oposição. Segue a relação dos baianos que querem Lula no poder até 2015: Geraldo Simões (PT), Marcos Medrado (PDT), João Carlos Bacelar (PR), Severiano Alves (PDT), Uldurico Pinto (PMN), Márcio Marinho (PR), Luiz Bassuma (PT), Edson Duarte (PV), Luiz Alberto (PT), Daniel Almeida (PCdoB), Raymundo Veloso (PMDB), Alice Portugal (PCdoB), Joseph Bandeira (PT), Edigar Mão Branca (PV), Colbert Martins, além do time do Democratas. Outro fato curioso é que alguns deputados fizeram questão de assinar o documento mais de uma vez. " http://www.bahianoticias.com.br/noticias/noticia/2009/05/29/40899,confira-a-lista-dos-baianos-que-assinaram-a-pec-do-3-mandato.html




Não nego. Sempre votei em Lula.



Não nego também que fiquei profundamente frustrado com a ética do PT ao chegar ao governo do país.



Não nego ainda que cai na real e me dei conta - como a maioria dos que sonham com uma país melhor e lutam por isso - que gente boa e gente ruim tem em todos os partidos ainda que em uns, pra não ser pessimista dizendo em todos, os ruins são maioria.



Assumo que nem o socialismo, nem o liberalismo, em termos econômicos, satisfazem plenamente minha compreensão de vida. Gosto da pensar num governo que não se mete a gerenciar empresas, mas que mantém controle e fiscalização rígidos sobre as regras - justas, claro - do jogo.



Apoio governantes que ajam justamente com todos, que enxerga e garanta os direitos das minorias menosprezadas e prioriza as maiorias empobrecidas e marginalizadas deste país.


Em minha memória, o governo Lula leva vantagem sobre anteriores nessas questões.



Apesar disso, não apoio um terceiro mandato para Lula.



A meu ver, isso seria casuismo. Não concordo com a mudança das regras do jogo, mas, se querem mudar as regras do jogo, que se mude sem beneficiar quem está com os pés na bola, no caso, os atuais governantes.



Hoje mudam as regras porque o governo vai bem. Amanhã, porque vai bem para uma minoria privilegiada. Depois, aparecem os ditadores que vão muito bem, obrigado, para os seus correligionários.



Portanto, se o assunto progredir, vou "às ruas", contra o terceiro mandato, claro!!!


E você?

1 comentários:

Jabes Nogueira Filho - pastor 4 de junho de 2009 09:27  

Querido Edvar,
Mais uma vez percebo que continuamos irmãos, e o melhor nossa consonância se estende do espiritual ao social.
Também votei no Lula - e até pedi votos para ele - e hoje vejo que ainda é preciso muito chão para chegarmos lá; mas o seu governo já avançamos muito.
A proposta do terceiro mandado passou por Sergipe com o deputado Jackson Barreto (hoje no PMDB depois de passar por diversos partidos). É uma lástima!
Que não se mude as regras. Que se mantenha o jogo. Que se continue avançando.