segunda-feira, 25 de maio de 2009

A crise do ser

Não somos o que aparentamos,
nem somos o que pensamos que somos.
Para uns, somos o que outros dizem que somos;
Para outros, somos o que dizemos que somos.
Afinal, quem somos?

Uma coisa é o que nossos amigos dizem que somos,
Outra coisa é o que dizem nossos inimigos...
Uma coisa é o que dizem os que conosco convivem,
Outra coisa é o que dizem os que nos vêem esporadicamente.

O que fomos ontem, podemos não ser hoje,
E amanhã nem sabemos se seremos...
E nessa crise entre o que somos,
O que pensamos que somos,
o que outros pensam que somos,
e o que dizem que somos,
continuamos a viver,
acreditando que somos
ou tentando ser!
Será que somos?

Edvar Gimenes de Oliveira
Copyright

1 comentários:

Willians Moreira 26 de maio de 2009 09:58  

Achei "A Crise do Ser" bem sugestiva para reflexão. Fiquei a me lembrar de Martin Heidegger.