domingo, 12 de julho de 2009

Pastor Batista dialoga com islamistas

O Jornal The Christian Post publicou a participação de Rick Warren na 46ª conferência anual da Sociedade Islâmica Norte-Americana, no dia 4 de julho.
Warren é o pastor evangélico, batista, mais influente dos Estados Unidos e, talvez, do mundo atual. É autor do livro “Uma vida com propósito” que já vendeu mais de 30 milhões de exemplares e foi um dos oradores da posse de Barack Obama. No Brasil ele é conhecido popularmente como pastor da igreja com propósito.
Apresentado como alguém que doa 90% do que ganha para a causa e fica com 10% para sua manutenção, em sua fala ele disse não estar interessado no diálogo religioso, mas no diálogo em torno de projetos. As diferenças religiosas de cada lado devem ser mantidas e respeitadas. Porém, trabalhar juntos em projetos é sinal de amor. Nesse sentido ele disse que “falar é fácil. Você pode falar, falar, falar e não conseguir fazer nada. Amor é algo que você faz. É algo que nós fazemos juntos”.

A idéia dele é trabalhar, por exemplo, contra os estereótipos criados pela mídia, de ambos os lados, a respeito da religião do lado oposto, restaurando a civilidade, promovendo justiça, paz e especialmente a liberdade de expressão e de religião. A América, disse ele, não foi construída em torno de uma raça ou de um credo, mas de uma idéia – liberdade, justiça e cidadania para todos.
(Photo: The Christian Post)


Uma possibilidade prática de como poderiam trabalhar juntos, seria desenvolver um plano de paz (ele usa a expressão PEACE (paz em inglês) como acróstico: Promover a educação, Equipar líderes públicos, Assistir os pobres, Cuidar dos doentes e Educar a próxima geração) que mobilizaria um bilhão de cristãos para combater os cinco maiores problemas do mundo: vazio espiritual, corrupção dos líderes, extrema pobreza, doenças (epidemias) e falta de educação.

Rick Warren reconhece o desafio, especialmente em face do conservadorismo presente em ambas as religiões, mas entende que é urgente que se trabalhe junto em prol do bem comum.
Particularmente fiquei muito feliz com esta posição dele e da Sociedade Islâmica, de se abrirem para um diálogo. Os batistas construíram sua marca tendo a liberdade como importante pilar. Lamentavelmente, temos nos esquecido da própria história e cresce entre nós posicionamentos extremistas que, em vez de ajudar na construção da paz, somente acirra a inimizade.

Acho uma profunda incoerência o discurso da pluralidade e do respeito às diferenças, desde que cada um fique em sua trincheira atirando no outro. Bato palmas para Rick Warren pela coragem de aceitar falar em uma conferência islâmica, sendo parte de uma Convenção Batista que se notabilizou nos últimos 30 anos pela radicalização fundamentalista.

XXXXXXXXXXXXX

PS.: Para aqueles que tem dificuldades com Rick Warren, em função das barbeiragens que alguns pastores brasileiros cometeram ao transplantarem irrefletida e, em alguns casos, até irresponsavelmente o modelo de Saddleback Chucrh para o Brasil, ouçam o que diz o pastor batista mais famoso de todos os tempos e o tele-evangelista mais respeitado nos Estados Unidos, Billy Graham:

E você, o que diz?

9 comentários:

F.Caldas 13 de julho de 2009 01:54  

Sem duvidas nenhuma, Rick Warren esta realizando um grande trabalho.E a humildade dele serve de exemplo pra muitos que não tem nem um décimo do sucesso dele, mas se comportam como semi-deuses.

Ps: O senhor ja leu o livro "Porque você não quer mais ir à igreja?"

Dos autores Wayne Jacobsen e Dave Coleman.

Recomendo a sua leitura, o polêmico livro é SENSACIONAL.

Anônimo 13 de julho de 2009 12:05  

Essa mensagem não é para postar no Blog; é entre Deus e você.

Me Perdoe Pastor Edvar; um dia Deus o usou! Há uma serpente que representa uma Legião demoníaca querendo destruir o seu ministério. E ela está la na Igreja em que és Pastor. Desfaça as heresias que escrevestes neste Blog para que o Senhor te Livre. Leia esta passagem desmerecida pelos Batistas Hodiernos.

1 João 4.1-3.
1 ¶ Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.
2 Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;
3 E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.

Odair 13 de julho de 2009 12:30  

Olá Pr. Edvar;

Para ser sintético, semântico e pragmático, digo apenas que não sou favorável ao marketing no caso evangelico ( falsos profetas ). Não sou adepto de Igrejas com Propósitos e tampouco ao famigerado G12. Muito embora a Denominação Batista esteja em decadência eu ainda acredito na palavra de Deus que diz "não é pela força, mas pelo meu espírito,.... se não pregarem...como crerão" Ainda acredito que não convertemos ninguem. Será que Deus precisa de uma maozinha?
Um grande abraço, Odair

W. 13 de julho de 2009 14:23  

Edvar, seu post ressoa como um sinal de esperança em meio de uma onda ensadecida de fundamentalismo a exemplo desse certo anônimo. Como ele mesmo pediu, perdoe-o. Essa postura de Rick Warren, é muito animadora e pela influência que tem nos meios mais conservadores, e mesmo entre muitos brasileiros certamente será inspiração para praticarmos o amor que tanto pregamos.
Parabéns e grande abraço,
Waldir Martins

Willians Moreira 13 de julho de 2009 16:16  

Pois é Edvar!
Espero que a postura de Rick Warren contamine a milhões de pregadorizinhos que assumem púlpitos e TVs por esse mundo a fora.
Que bom que Rick Warren não é nem um anônimo e se assume ante o mundo dos fundamentalistas Batistas como um promovedor da Paz.
Tomara que tal empreitada vingue com êxito grande.

Quanto a ser vítima de demônios, lembrei-me que até o próprio JC foi visto como assediado pelos tais.
Fazer o quê?

Ju 16 de julho de 2009 16:19  

Há pessoas que preferem enxergar o que separa os seres humanos ao invés de olhar para o que pode nos unir. Admiro a atitude de Rick Warren de se abrir ao diálogo com pessoas de outras religiões com o objetivo de desenvolver projetos em conjunto que levem a prática do maior dos dons, o AMOR.

Registro meu respeito e admiração ao Pastor Edvar por tratar de temas que podem até não ser confortáveis para todos mas que têm me levado sempre à reflexão sobre minha postura e minhas atitudes como cristã no mundo.

A Paz!

Virgínia Léa 18 de julho de 2009 08:24  

A graça e a misericórdia são o grande presente do cristianismo para nós.
Já disse Phillip Yansen "A imperfeição é o pré requisito da graça. A luz só consegue passar pelas rachaduras"
Que Deus continue usando pessoas como Rick Warren e Billy Graham e que nos ajude a refletir sempre na simplicidade e abrangência da graça.
Ao Pr. Edvar, parabéns por esse espaço e pela sua autenticidade.
Virgínia Léa

Danilo Fernandes 23 de julho de 2009 19:26  

Parabens Edvar!

Eu sou amigo de um dos grandes amigos de Rick e percebo pelo testemunho deste irmão que as interpretações dadas ao mesmo no Brasil são fruto de deturpações e misturas com a teologia da prosperidade, o que não tem fundamento.

Parabens!


Aproveito a oportunidade para apresentar o Genizah: Um blog cristão diferente que oferece ótimo conteúdo protestante, muito humor e bom combate às heresias e ao sincretismo que vem solapando a igreja evangélica.

Vamos nos seguir. Te vejo por lá!

A Paz e o Bem!

Abraços,

Danilo Fernandes

http://www.genizahvirtual.com/

Anônimo 23 de julho de 2009 19:48  

Olá Pr.Edvar!

Que tal começarmos a viver uma igreja com propósito?! Fique com Deus.

Abs!

Gil